Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de setembro de 2013

S de saúde é esquecido por Zenaldo

Uma das bandeiras de sua eleição, a saúde pública amarga péssimos resultados desde que Zenaldo Coutinho assumiu a gestão da prefeitura de Belém em janeiro. No último dia 26, o médico Iuji Ikuta pediu demissão do cargo de secretário municipal de saúde. Já é a segunda baixa da pasta em menos de 9 meses de governo.

Para agravar ainda mais a situação, servidores do Pronto Socorro Municipal da 14 de Março paralisaram as atividades na manhã de hoje, em protesto por melhores condições de trabalho e salário. No dia de ontem, trabalhadores do Instituto de Previdência do Município de Belém, que administra o plano de saúde dos servidores, também cruzaram os braços. Fontes dizem que, para uma greve geral não falta nada.

Nos postos de saúde, a carência é total. Medicamentos, seringas, luvas, gaze, algodão, formulários, receituários. Tudo está em falta. Infiltrações, goteiras, ventiladores e aparelhos de ar condicionado que não funcionam, mesas e cadeiras quebradas completam o cenário caótico.

Depois dos escândalos da compra de medicamentos sem licitação e da tentativa de compra de um hospital particular, Zenaldo não conseguiu levantar a pasta. E a renúncia do segundo secretário sinaliza que não há decisão no Palácio Antônio Lemos que ajude a saúde a entrar nos rumos. Enquanto isso, a população aflita se vê como na charge de J. Bosco.

2 comentários:

brasil pensador disse...

faltou colocar o partido do sujeito, nao se pode deixar de mostrar o partido é importante para se mostrar como funciona.

Anônimo disse...

As unidades de saúde de Belém, estão um lixo. Quer ver, vão às unidades da Marambaia e da Cabanagem. Na da Cabanagem uma obra está paralizada há muitos meses, talvez já ano, e sem nenhum vestígio de continuidade/término. Na unidade só um médico dá plantão e quando bem quer e entende. Na Marambaia os funcionários se desdobram em meio ao caos, calor e falta de tudo, desde água, até papel higiênico. Um caos generalizado!A Prefeitura a ver navios e sem comando! Não será esse caos proposital em decorrência da política privatista do PSDB???