Pesquisar este blog

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Leitor comenta postagem sobre Terminal Hidroviário

A leitora Patrícia Bittencourt Neves, especialista no setor, Professora da UFPA, que trabalhou na implantação do Terminal Hidroviário, comentou no Facebook sobre as farsas inventadas para abandonar o Terminal Hidroviário "Luis Rebelo" confiram:


"Durante a construção do terminal recebemos visitas de autoridades do setor, como o Comandante da Capitania, equipe da ANTAQ de BSB, inclusive bastante elogiado pela comitiva que na ocasião estava em Belém c outro propósito. Por diversas vezes troquei ideias com Hamilton Picanço, na época Chefe da ANTAQ regional, recebemos tbem visitas de professores renomados dessa área da UFPA e da Comissão pró-hidrovias da ALEPA. No projeto FLUVIAL este terminal é apontado como alternativa de integração para o sistema de transporte da RMB... A proposta do terminal sempre foi mto bem recebida. Enfim, se a atual gestão decidiu dar outro uso ao espaço, deveriam ter apresentado outra justificativa, pq assim demonstra muito despreparo dos condutores deste processo."

Imagem do Grande salão de embarque abandonado pelo atual Gov PSDB/PA. Foto do Relatório do MPF/PA de Maio de 2012
 
Foto da Rampa do Terminal Hidroviário "Luis Rebelo", inaugurado em 2010 e abandonado pelo Gov. PSDB/PA. Foto do Relatório do MPF/PA.







5 comentários:

Francisco Luiz Almeida da Silva disse...

A construção do terminal hidroviário, projetado e construído com fim específico no governo da Ana Júlia, custou cerca de 7,5 milhões de reais, a adaptação do galpão, governo Jatene, custará aos cofres públicos, a bagatela de 15 milhões de reais. E ninguém da imprensa fala nada.

Anônimo disse...

Governadora,
É lamentável ver tudo que o seu governo construiu no Estado e, sendo destruido (descentralização dos serviços, navegapará, incentivo aos servidores, etc), mas lamentável é ver que ninguém faz nada, agora pegunto eu: Cadê a IMPRENSA, SINDICATOS, parlamentares, entre outros que tanto fizeram de tudo para que os tucanos retornassem? É preciso se organizar urgentemente afinal de contas faltam 2 anos para 2014, caso contrário esse barco irá afundar na estação das docas, pelo pescador.

Patricia Bittencourt Neves disse...

Ana Júlia, independentemente de questões políticas, esta decisão do Governo Estadual com relação ao Terminal foi algo que muito me decepcionou. Segue o email que encaminhei à SECOM em 06/06/2012, quando veiculada a notícia de outro uso do espaço na Agência Pará.
"A quem interessar!!
Não concordo com proposta de Governo de novo
uso do terminal hidroviário, veiculada no site da Agência
Pará.
Sou pesquisadora da UFPA nessa área e desenvolvemos
projeto de integração do sistema de transporte público terrestre
integrado com o hidroviário urbano, e no estudo, o terminal é apontado como
integrador do sistema.
As justificativas apresentadas na reportagem são muito frágeis.
A embarcação naufragada pode ser removida, o processo de tramitação
de liberação para operação do terminal tramita na ANTAQ desde 2010, o que falta é
cumprir algumas exigências da Agência e o fato de não circular linhas
de ônibus não justifica a inoperância do terminal. O que precisa ser esclarecido é
que aquela área depois de implantado o terminal será um pólo gerador de
demanda e a rede de transporte público deve atender àquela demanda!! Estamos
ou não num momento de definição de redes de transporte com o projeto do BRT??
Assisti apresentações onde o próprio Ação Metrópole agrega o terminal
hidroviário nas possibilidades de integração, inclusive a implantação do
terminal naquele local sustentou a revitalização da Arthur Bernardes.
Outro aspecto a ser considerado é que estudos apontam a necessidade de três
terminais hidroviários na RMB e aquele local é estratégico para atender à demanda
do Marajó e Oeste do Pará. Note que nem estou levando em conta as condições hidroviárias
de calado e canal de navegação do local que são extremamente favoráveis. Tanto é
verdade que a base naval está instalada ao lado.
Ressalto também que cidades brasileiras (Porto Alegre, Recife, Rio, São Paulo, Florianopólis,
Vitória) estão implantando/ desenvolvendo
projetos de transporte aquaviários com o propósito e desafogar o trânsito, melhorar a mobilidade
urbana e reduzir índices de acidentes. Com o nosso potencial precisamos desenvolver
sistemas dessa natureza.
O terminal é viável, caso contrário, não teria tido concorrência para definição
da empresa gestora. Ressalto que a vencedora é reconhecidamente uma das a melhores
operadoras de terminais no Brasil.
Segue reportagem da FINEP sobre o terminal:
http://www.finep.gov.br/imprensa/revista/edicao8/inovacao_em_pauta_8_transportes_0202.pdf
Por isso considero a proposta do Governo um grande retrocesso.
Realmente, lamentável!!!
Patrícia Bittencourt Neves

Anônimo disse...

E sobre isso Governadora... Procede?

http://nailharga.blogspot.com.br/2012/11/a-nefasta-folia-lorotica.html

Anônimo disse...

Foi falado na reportagem do Oliberal um gasto de 20 milhos nesse terminal que esta afundando na lama, gostaria de saber quem esta mentindo?