Pesquisar este blog

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O que o PIG chama de Censura, no mundo é Regulação!



No Blog Viomundo: Aproveitar a oportunidade para reformar a mídia
Crianças intimidadas cercando o valentão do parque — este é o espetáculo no Reino Unido desde que estourou o escândalo da violação dos telefones pelo [tablóide] News of the World. Como alguém que há muito acredita que a influência de Rupert Murdoch na vida pública do Reino Unido era bastante intolerável, estou encantado ao ver essa reversão de fortunas.  Mas raiva não basta. O Reino Unido precisa aproveitar a oportunidade para rever a estrutura e a regulamentação de sua mídia.
A mídia é um negócio. Mas não é um negócio qualquer. Ela não apenas reflete, mas também modela a opinião pública e assim controla uma imensa influência política. É por isso que ditadores buscam controlar a mídia e políticos democratas buscam usá-la. Uma pessoa que controle uma porção substancial da imprensa e da televisão exerce grande influência sobre a vida pública, sem prestar contas a ninguém. Esta é (ou pelo menos era) a posição da News International, [a empresa] do sr. Murdoch.
Alguns poderiam argumentar que, ainda assim, é melhor deixar a questão da propriedade para o mercado resolver e deixar a questão do conteúdo regulamentada apenas sob os direitos da liberdade de expressão, sujeito apenas às leis da difamação ou da invasão de privacidade. Mas a questão da propriedade, sim, faz diferença. A mídia tem uma relação íntima com o funcionamento da política democrática ou, em outras palavras, com a capacidade das pessoas de desempenharem seus efetivos papéis como cidadãos. Leia mais

2 comentários:

Anônimo disse...

Quando o povo do PARÁ, participou dignamente de uma série de mudanças ao incluir se no mundo da legalidade era o sinal de que, estavamos avançando para uma sociedade mais justa e igualitária, a enchurrrada de concursos publicos sinalizava p/ isso. Enfim, a ipocrisia ou a ignorancia nos boicotou. Será cartigo ou merecemos retroceder na história? O que sei é que vç ANA JÚLIA AINDA REPRESENTA OS ANCEIOS DE UMA GRANDE PARCELA DA SOCIEDADE, E O SEU PROJETO POR SER O MAIS JUSTO NÃO PODE PARAR. PRECISAMOS DE VOCE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!PRECISAMOS DE VOCÊ PARA ROMPER OS GRILHOES QUE NOS APRIZIONAM E NOS DIMINUEM COMO PESSOAS, PROFICIONAIS DESSE IMENSO PARÁ.

ANTONIO Valentim disse...

SOU UM dos que pensam que os meios de comunicação precisam urgentemente de regulação, sem que isso signifique censura. As famílias pedem isso.

Aproveito a ocasião para solicitar uma parceria, inserindo o blogue deste afiliado (www.bloguedovalentim.com) na lista ao lado.
Saudações.