Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A política no Pará

Estou fora de Belém, ligada com o que acontece em nosso Estado, acompanhando o noticiário via blogs. 
Minha solidariedade ao companheiro e deputado federal do PT Paulo Rocha, que foi parado numa blitz, em Belém, na Doca,no início  da madrugada de domingo, vindo de um jantar. Paulo estav em seu carro, no banco de trás, sem cinto. 
Quem conta todos os detalhes do episódio é  a repórter Rita Soares.
De longe, acompanho, seleciono e destaco alguns artigos de atentos blogueiros sobre a política estadual:
 
Do blog da Franssinete, sob o título Vai-se o primeiro
O Secretário de Esportes e Lazer, que funcionou como um dos coordenadores da campanha do governador Simão Jatene, caiu. Sahid Xerfan foi condenado pelo TCU e declarado inabilitado para exercer função pública. Além do natural desgaste ao governo que só tem 15 dias, a saída dele deixa de fora o suplente Maurício Bororó (PP) da Câmara Municipal. Espera-se que o governador Simão Jatene se antecipe às medidas judiciais que virão em cima de outros secretários e presidentes de Fundações.
................
Do blog do Fábio Castro, sob o título O governo Jatene e sua política de saúde:
Em relação à política de saúde pública, penso que a tendência é de nuvens negras, bem pesadas. A principal promessa de campanha de Jatene, reafirmada no seu discurso de posse, é a construção de mais dois hospitais regionais. Na questão da saúde, defendo radicalmente a política do PT, que está baseada no investimento na atenção básica e, o quanto possível, na saúde familiar. O modelo hospitalocêntrico – e, o que é pior, o modelo administrativo do modelo hospitalocêntrico – é um facilitador da corrupção e da diminuição do papel, e da responsabilidade, do Estado, numa área essencial do serviço público. Se hospitais são fundamentais, todas as pesquisas, bem como a prática da boa política pública, indicam que eles devem ser precedidos pela expansão da atenção básica, em primeiro lugar – identificada com programas de saúde da família associados a uma ampla disseminação de postos de saúde e pronto-socorros – e, num momento intermediário, pela expansão da rede intermediária de saúde. 
Não bastando isso, Jatene ainda vai fazer pior: anunciou que vai fazer parcerias com as prefeituras para melhorar o atendimento básico nos próprios municípios. Bom, o problema é que isso não dá certo. Nunca deu e nem vai dar, porque significa, exclusivamente, mais repasse, mais dinheiro, mais política. Não dá para associar política eleitoral à saúde pública. É fato que “parcerias com municípios” significa uma compra desmensurada de ambulâncias e de coisas semelhantes que, se chegam a dar uma sensação de “saúde pública funcion ando”, não resolvem: não melhoram indices sociais.
Essa visão do governo destoa, em muitos pontos, inclusive, da visão de seu secretário de saúde, o médico Hélio Franco, que já declarou que, em sua gestão, as prioridades serão os programas Materno-Infantil, Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos (Hiperdia), Urgência e Emergência e de Vigilância á Saúde - uma política da prática, digamos assim, e não das obras. Essa dicotomia na política de saúde poderá gerar conflitos e, sobretudo, reduzir os recursos para as ações que o secretário se dispõe a fazer.
..............
Do blog Na Ilharga, sob o título É preciso ação:
Vira mexe, Simão faz beicinho e chora baixinho contra a Lei Kandir. Ocorre que esse monstrengo legal é obra de um deputado tucano/paulista que tentou resolver problemas da balança comercial de seu estado tungando tributos devidos a outros estados, sendo esta uma das ações mais nefastas da história do país no agravamento das desigualdades regionais.
Como voz relevante dentro do seu partido, espera-se que o governador paraense sente com seus companheiros de partido, principalmente a bancada paulista do Congresso Nacional, e pactue uma proposta que acabe com essa perversidade, conforme palavras do próprio governador, na certeza de que todos os estados exportadores de matéria prima penhorados agradecerão. Fora isto, só resta o mundo da lorota.

9 comentários:

FatoITB disse...

Gostaria de parabenizar o blog, por sempre atualizar as informações que rolam nos bastidores do Poder no Estado e no Brasil.
Como leito diário do blog, gostaria de vê em seus blogs favoritos, o http://fatoitb.blogspot.com/, ele revela os bastidores do Poder em Itaituba e região.

Abraços..

Anônimo disse...

Ana Julia
publica essa:
Na Funtelpa da ANA JULIA, a TV CULTURA transmitia os jogos do Campeonato Paraense!
Hoje liguei a TV pra assistir meu PAPÃÃOOOOO! Que decepção o JATENE NUM TA NEM AI! É Neo liberal. Quer que eu pague a droga do ingresso.
Custo de uma ida ao estádio: R$ 20,00, duas passagens de onibus R$ 1,90, lanche R$ 3,00 (sem gelada).
Se o JATENE mandasse transmitir, eu poderia ver pela TV e reverter essa grana em outra despesa.
ISSO É INVESTIMENTO OU CUSTEIO? RESPONDE.
Talvez o PMDB seja muito caro mesmo!

Nostradamus disse...

Eu não sei porque se referem ao governo jatene II de "novo governo", fala sério: É velho governo mesmo, tudo como dantes.

Anônimo disse...

olá Ana Júlia, estou vindo aqui para lhe dar duas ótimas sugestões para segui em seu blog:
http://www.pv-marituba.blogspot.com/

e

portal-marituba.blogspot.com/
espero que possa fazer essa gentileza a quem sempre esteve com você.

Abraços.

Jhony Santos
Presidente do Pv-Marituba

Anônimo disse...

Em clima tenso, depois de esperar por mais de uma hora e meia, os servidores ouviram que o governo não vai cumprir a lei, alegando o descumprimento da lei eleitoral e de responsabilidade fiscal. Em troca, a secretária da SEAD apresentou formalmente a disposição do governo de construir em 180 dias uma nova proposta de Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) para o Detran.

Falando em nome da categoria, o presidente do Sindetran, Elias Monteiro, criticou a decisão do governo lembrando que a lei surgiu de uma ampla discussão da categoria com o Detran, deputados estaduais e o Governo anterior.

Negou que se trata de um benefício gratuito do Governo Ana Julia, pois foi preciso realizar duas greves para que o Executivo desse andamento a lei aprovada. Debatida no conjunto da categoria e com o governo, a lei obteve inclusive parecer favorável da Procuradoria Geral do Estado (PGE), mesmo Órgão que agora, estranhamente, questiona sua legalidade. O texto acabou aprovado por unanimidade na Alepa, com aprovações nas Comissões de Constituição e Justiça (CCJ)- onde atuaram como presidente e relator, respectivamente, os deputados Bosco Gabriel (PSDB) e Parsifal Pontes (PMDB) e de Orçamento e Finanças, com a presidência de Simone Morgado (PMDB) e relatoria de Bira Barbosa (PSDB). É claro o desrespeito do Governo com o Poder Legislativo!

O sindicato garantiu que usará de todos os meios jurídicos e políticos para a implementação da lei. “Trata-se de um discurso hollywoodiano do Governo que coloca uma faca na cabeça dos servidores do Detran”, criticou Monteiro. Quanto ao PCCR, o sindicalista lembrou que a categoria discute o assunto há quase quatro anos e que existe uma minuta de PCCR pronta para ser discutida e aprovada. “Se o governo quer aprovar o PCCR ótimo, mas não vamos aceitar como moeda de troca para abrir mão do cumprimento da lei. Além disso, tem que revogar o decreto que barra direitos dos servidores e dizer que tipo de mágica vai fazer para equilibrar as contas e implementar melhorias salariais ao mesmo tempo, em apenas 180 dias como propõe agora”, ironiza a vice-presidente do Sindetran, Arieth Costa.

Diante dos acontecimentos, a diretoria do Sindicato decidiu que vai defender a entrada da categoria em estado de greve na Assembléia Geral que acontece às 8 h, em frente a sede da Autarquia, nesta quarta-feira, 26. O Sindetran estuda ainda que tipo de medida judicial poderá tomar, caso o governo insista em descumprir a Lei 7474/2010, que instituiu a reestruturação do Detran.

Após a Assembléia, a diretoria do Sindetran participará de uma reunião, no final da manhã, com a Intersindical que deve contar com representantes do Sintepp e Sindfisco, categorias que também se consideram diretamente atingidas pelo decreto governamental de 19 de janeiro. Decreto este que é claramente inconstitucional, já que não tem atribuições jurídicas para revogar leis vigentes. “O desrespeito do governo com essas categorias é flagrante e precisa ter uma resposta. Os servidores do Detran estão prontos para a luta”, finaliza o diretor, Maurício Facundo.

Lacênio Barbosa
Dir. Comunicação
Sindetran/Pa”

Anônimo disse...

Gente,é muita lambança junta: Tourinho na Jucepa,Asbrubal na Sepaq,Xerfan na Seel,Antônio José na Seir,Priante/Pedro Abílio/Márcio Spindola na Sedurb, Antônio Braga,testa de ferro de Wilmus Grunvald,na Cosampa, assim Jatene, serás um novo desgovernador do Pará. Sabemos que precisavas fazer acordos políticos por causa da ALepa,porém entregar o ouro assim é pura loucura. Ao menos nas indicações de partidos aliados deverias ter negociado os cabeças,e não simplesmente aceitados esses nomes tão péssimos para o governo. Jatene,ainda há tempo para mudar,melhor agora,antes que comecem a aparecer "os trabalhinhos" dessa "equipe".

jessika batidão disse...

http://jessikacantora.blogspot.com/2011/02/eu-e-minha-querida-e-eterna-governadora.html
oi amada eu estava falando com você no twitter disse que iria lhe mandar uma foto de você com minha mãe mas ela nao quer deixar eu mandar a foto pra você ela disse que ela nao esta bonita na foto eu achos vocês duas lindas...como ela nao deixou eu mandar a foto estou mandanro minha foto com você depois vou ver se consigo mandar a foto escondido dela ta bom?? beijos grandes fica com PAPAI DO CÉU lhe admiro demais...

jessika batidão disse...

http://jessikacantora.blogspot.com/
oi amada eu falei com você no twitter sobre umas fotos a foto que esta vc e minha mae ela nao deixou eu colocar na internet ela disse que ela nao estava bonita na foto eu achei vocês duas lindas depois vou dar um jeitinho de mandar essa foto pra você esta bém???mas ai esta a minha foto com você ficou muito bonita tambem eu adorei jamais vou esquecer esse dia...se você receber essa foto e esse comentario me responda de volta por favor um grande beijo fica com PAPAI DO CÉU LHE ADMIRO DEMAIS...

Anônimo disse...

No primeiro governo, Jatene veio com esse mesmo trololó. Ora, a tucanalha soube acabar com a CPMF e por que não consegue mudar a tal de Lei Kandir? Por que a tucanalha não impediu a criação dessa lei tucana no governo do FHC, ou melhor, do Farol de Alexandria, como diz o jornalista Paulo Henrique Amorim em seu Blog Conversa Afiada. Aliás, o que a tucanalha tem a dizer sobre isto?:
http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2011/01/28/governador-do-cerra-enfrenta-escandalo-da-cerpa/

É esse o governo da moralidade?